quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Mensagem de Kairós

O Instante Sagrado, Eterno e AoBemSoado


O instante que te escapa marca o Início de uma Nova Etapa,
é um Menino Brincalhão e Ligeiro
que te oferece o Presente
que chega a ti quando estás Interno e Inteiro,
em estado de Abertura e de Graça,
numa Frequência que atrai esse Menino que Passa,
onde Kairós, ao encontrar-te a sós, sem tensões e sem nós,
deposita o Melhor para o Teu Melhor, pela Vontade do Pai,
através do Ventre da Mãe, que, por vezes, parece o Pior.
Assim é se te parece, e a pior Morte não é a que te mata,
mas a que te esquece, pois és Prisioneiro de Crono,
Senhor do Tempo finito
que devora tua Essência e tira teu Sono,
acinzenta e enfeia a beleza e o bonito,
enquanto te escraviza, por toda tua Existência,
como tarefeiro, no fio da Navalha, um cumpridor de horário,
em troca de um status em forma de medalha, e uma migalha em forma de salário.
Kairós se apresenta no momento justo, entre Tua Cruz, Tua Luz  e tua Espada,
para te Libertar das Garras de Procusto,
de um Tempo que não cabe mais na História que te cabe,
de um sistema que não Serve mais ao Propósito a que vieste e de que te serves,
já não se sabe, de um Problema que te envenena, te tira a Graça e te apequena,
de um Hábito ou de um Vício que, desde o início, aponta para o Precipício,
no Abismo que te acena, sem critério e sem pena.
Cronos está quando Kairós aparece; ao passar de Cronos, Kairós acontece,
na Ignorância da Mente, o Corpo padece, pois não há Corpo sem Alma,
não há Silêncio sem Calma, não há Presente sem Prece.
Cronos é o tempo que passa, é tudo o que está,
na pressa de chegar, no interesse de ganhar;
é a folha velha que cai sobre o Ventre da Mãe,
entre a Bruma e o Véu, é Passado que não sai,
é a Impermanência, regente de tudo o que existe e da Existência,
que governa o mundo pela implacável Lei da Impermanência.
Kairós é o Instante que fica, é tudo o que É,
na Graça de Estar, no desinteresse de Dar,
é o Tremor, entre a Dor e o Amor, diante da Fé;
é Folha Nova que Cresce no Ventre da Mãe,
assim na Terra como no Céu,
é Aliança, é ConFiança, é Presença que atrai,
Eternidade que nunca trai, é o Instante, Segredo e Sagrado,
Momento e Lugar apropriados, para sempre AoBemSoados,
com o Único Propósito de Realizar a Vontade do Pai.
Tudo o que precisas são Ouvidos de Escutar,
Olhos de Ver e a Disponibilidade de Amar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário