sexta-feira, 29 de julho de 2011

♀ Mensagem de Vênus

Da Dor ao Amor

Da Dor, sonhei o Amor;
do Amor, nasceu a Dor.
Eu viajei pelo mundo em busca do Amor,
e, pelo caminho, dancei com a Dor.
Da Árvore da Vida, vislumbrei o fruto do Amor,
mas pela pouca paciência, tive a graça apenas da Flor.
E "quem não tem paciência, não vê pedra florescer".
Pela flor da Esperança, eu sonhei ser o Rei;
Pela Dor e pelo Amor, tornei-me Discípulo.
E "o verdadeiro discípulo conhece a dor dos outros como sua. 
Ele se curva para todos, e não despreza ninguém." (do filme Gandhi)
O discípulo de si mesmo reconhece a Dor e o Amor do outro como seus,
seus grandes tesouros na descoberta de si mesmo.
Hoje, da minha utopia de Liberdade, germinou a Perseverança;
da Perseverança, brotou o Equilíbrio;
do Equilíbrio, cresceu a Entrega;
da Entrega, aumentou o SerViço;
no Serviço, encontrei o Amor;
do Amor, reverenciei a Dor.
Então, voltei pra casa.
"Eu viajei tão longe, e tudo o que fiz foi voltar para casa" (Gandhi, no filme).
Te vejo.

Sugestão: 

Assiste os filmes "Gandhi" e "Invictos", e "veja" o que é ser Rei e Discípulo.

Um comentário: